sexta-feira, 17 de agosto de 2012

OBA! O CIRCO CHEGOU!!!

Baiana veio nos visitar e trouxe as obras "Circo" (1932), (1933), (1941) e (1957).

"Sentia-me feliz quando chegava um circo.
Vinha de terras estranhas.
Todo o meu pensamento se ocupava dele.
O palhaço, montando um burro velho, fazia
Reclame com a meninada acompanhando.
Eu assistia ao espetáculo e apaixonava-me pelas
Acrobatas de dez a quinze anos. Fazia
Planos para fugir com elas. Nunca lhes falei.
Por elas tudo em mim palpitava.
Minha fantasia".
                                             (O menino e o povoado - Candido Portinari)

"Circo" (1932)
"Circo" (1933)
"Circo" (1941)
"Circo" (1957)

"Quanta coisa eu contaria se pudesse, e se soubesse ao menos a língua, como a cor"


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário: